Ludio Cabral apresenta projeto para que mulheres ocupem 30% dos cargos no alto escalão do governo

Projeto de Lei tem o objetivo de ampliar a participação feminina nos cargos de comando

Por Redação 01/03/2019 - 15:13 hs

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) apresentou um projeto para ampliar a participação das mulheres no alto escalão do governo de Mato Grosso. A proposta reserva pelo menos 30% dos cargos de primeiro e segundo escalão a cada gênero. A medida abrange os cargos de secretários, secretários-adjuntos e presidentes de entidades da administração indireta. 

“O objetivo é óbvio: ampliar a participação das mulheres nos cargos de comando do Estado”, afirmou Lúdio, em sessão na noite de quarta-feira (27), ao apresentar o projeto de lei complementar. O texto altera o Estatuto dos Servidores, e ainda passará pelas comissões e será votado em plenário.

O projeto segue os mesmos parâmetros da legislação eleitoral, que reserva às mulheres 30% das candidaturas nas chapas proporcionais. Apesar disso, ainda não há um equilíbrio entre o número de homens e mulheres nos parlamentos. 

Na justificativa, Lúdio afirma que o projeto pode amenizar essa distorção histórica, dando às mulheres mais chances de participar da administração pública, garantindo a inserção das mulheres no alto escalão da administração estadual. 

O deputado cita, ainda, o fato de que, dos 15 secretários que compõem o primeiro escalão do governo mato-grossense, apenas três são mulheres. Tratam-se das secretárias de Educação, Marioneide Angélica Kliemaschewsk, de Meio Ambiente, Mauren Lazaretti, e de Trabalho e Assistência Social, Rosamaria Ferreira de Carvalho.