Ex-deputados que estavam com carros alugados pela ALMT são identificados e devolvem veículos

De acordo com a Secretaria Geral do órgão, os veículos estavam com Mauro Savi (DEM), Adalto Freitas (Patriota), o Daltinho, e Gilmar Fabris (PSD) que já deixaram o cargo.

Por Redação 02/05/2019 - 19:39 hs

G1/MT

Os três ex-deputados que utilizavam carros alugados pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) mesmo não sendo reeleitos foram identificados pelo órgão. De acordo com a Secretaria Geral do órgão, os veículos estavam com Mauro Savi (DEM), Adalto Freitas (Patriota), o Daltinho, e Gilmar Fabris (PSD) que já deixaram o cargo.

O ex-deputado Daltinho afirmou que usou o veículo até o dia cinco de fevereiro e a entregar ficou a cargo da antiga chefe de gabinete dele. Ele alega que quando soube que a devolução não havia sudo feita, providenciou a entrega de imediato.

A reportagem não conseguiu contato com os demais citados.

Dois dos três veículos que estavam com os deputados são caminhonetes. Elas são locadas e custam, por mês, cerca de R$ 9 mil aos cofres públicos.

O prazo dado pela ALMT para a devolução dos carros terminava na terça-feira (30), de acordo com a deputada Janaína Riva (MDB), que preside interinamente a Casa de Leis.

Entretanto, até o início da tarde desta quinta-feira (2) o deputado Mauro Savi ainda não havia devolvido o veículo que estava com ele. A previsão era que o carro de passeio fosse entregue até o final da tarde.

Os deputados da atual legislatura cobram a restituição do valor pago indevidamente pelo uso dos carros.

"Tem que tomar os carros de volta e cobrar o aluguel deste período. Porque se usaram nesse tempo em que não são mais deputados, a ALMT tem que restituir", afirmou o deputado Wilson Santos.

A irregularidade foi descoberta depois que um levantamento, determinado pela presidente em exercício, identificou que os carros não haviam sido devolvidos.