Justiça retira restrições de envolvidos na 'Grampolândia'

02/04/2019 - 19:55 hs

Gazeta Digital- Thalyta Amaral e Pablo Rodrigo


O juiz Jorge Luiz Tadeu Rodrigues determinou a retirada de todas as medidas cautelares dos envolvidos na investigação conhecida como “Grampolândia Pantaneira”. Entre os beneficiados estão o ex-secretário de Estado de Segurança Pública, Rogers Jarbas, que poderá voltar a atuar como delegado. Os policiais militares investigados também voltarão ao trabalho.

A decisão é de 1º de abril e envolve Paulo Taques, Airton Benedito de Siqueira Júnior, Roger Jarbas, Evandro Lesco, João Ricardo Soler, Michel Ferronato, Helen Lesco e Gerson Luiz Ferreira Correa Júnior. A partir de agora eles podem se comunicar entre si e até sair do município.

Segundo o juiz "a revogação visa também manter a credibilidade da justiça e segurança jurídica", pois "as medidas restritivas impostas visavam em última análise garantir a estabilidade do Governo e, indiretamente, a lei e a ordem do próprio Estado, tanto que o foram no inquérito policial que investiga o então governador".

O magistrado enfatiza que medidas como a proibição de comunicação entre os acusados não tem efeito, porque “é impossível fiscalizar/vigiar 24 horas a efetividade da medida. Aliás, é intuitivo que esta comunicação já se deu de algum modo neste um ano e meio".

A decisão também determina a continuação das investigações e que devem ser nomeados “ao menos dois delegados de Polícia e equipe especial para estar à frente".